PCF-3

Questões comentadas, artigos e notícias

Archive for the ‘Atualidades’ Category

Governo é vítima de terrorismo virtual

Posted by papacharliefox3 em 19/08/2009

BRASÍLIA – Sob constante ataque de criminosos, as cerca de 320 redes de computadores do governo federal – entre elas sistemas do porte do Banco do Brasil e o Serviço de Processamento (Serpro), que cuida do coração da economia e do mercado financeiro – geraram uma nova demanda para os órgãos segurança e de inteligência. Um inquérito que corre em segredo na Polícia Federal, em Brasília, investiga a atuação de uma quadrilha internacional que penetrou no servidor de uma estatal, destruiu os controles, trocou a senha e, depois de paralisar todas as atividades da empresa, exigiu um resgate de US$ 350 mil.

A ocorrência veio à tona durante depoimento do diretor de Segurança da Informação e Comunicação do Gabinete de Segurança Institucional (GSI) da Presidência da República, Raphael Mandarino Júnior, num debate sobre terrorismo, na Comissão de Segurança da Câmara. Versão moderna do delito de “extorsão mediante sequestro”, a invasão foi praticada, segundo ele, por uma quadrilha estabelecida em um país do Leste Europeu que exigia um depósito no valor do pedido de resgate para devolver a senha modificada. Por se tratar de inquérito sob sigilo, a Polícia Federal não fala sobre o assunto, mas confirma que as investigações estão em andamento.

Orientado pelos órgãos de inteligência, apesar dos prejuízos causados à estatal – ligada ao mercado financeiro – o órgão não pagou o resgate, mas a audácia exigiu uma operação de emergência para escapar da armadilha.

– Com a ajuda da Cepesc (Centro de Pesquisa e Desenvolvimento para Segurança das Comunicações), da Abin e de alguns especialistas, conseguimos quebrar a senha colocada e recuperamos o servidor – explicou Mandarino Júnior.

Embora a Abin tenha desenvolvido um dos centros de proteção contra crimes cibernéticos mais modernos do mundo, a ocorrência revelou o quanto é vulnerável a rede oficial de computadores.

Os registros da própria Abin mostram que no ano passado apenas uma das grandes redes do governo – do porte do Banco Central – sofreu 3,8 milhões ataques, o que representa, na média, 2 mil tentativas de invasão por hora. Multiplicado por 320 sistemas em 37 ministérios, as ações contra a rede do governo obrigam os órgãos de inteligência a aperfeiçoar permanentemente a vigilância e controle. As estatísticas apontam que 70% dos ataques se dirigem ao sistema bancário, mas o que mais preocupa são as tentativas de invasão contra os sistemas de segurança do próprio governo: 10% das ocorrências são contra o Infoseg, a rede de computadores que a Polícia Federal e os demais órgãos de repressão utilizam para combater o próprio crime. Os demais registros apontam que 15% são invasões em busca de informações pessoais e 5% invasões de outra natureza.

– São robôs que ficam o tempo todo, de forma aleatória, checando a vulnerabilidade do sistema. É como o ladrão que quer roubar o toca-fita de um carro e, não querendo arrombar a porta, percorre um estacionamento inteiro checando a maçaneta – explica o delegado Carlos Sobral, da Polícia Federal.

Segundo ele, mais preocupante são os hackers que invadem sistemas e se utilizam de outros computadores para praticar crimes ou direcionam o ataque em busca de informações confidenciais.

Com 68 milhões de usuários de computador, o Brasil atualmente abriga mais de 2% das redes zumbis (onde estão computadores de terceiros), usadas para dificultar as investigações.

O crescimento do crime no Brasil – foram 700 prisões nos últimos quatro anos – levou a Polícia Federal a criar a Coordenação de Repressão a Crimes Cibernéticos, que instalará, até janeiro do ano que vem, unidades em todos os estados do país. Cerca de 200 policiais estão sendo treinados para atuar no setor.

Num aparente paradoxo, a alta incidência de ataques significa também que o Brasil está entre os mais avançados em tecnologia da informação. Os sistemas desenvolvolvidos na Abin renderam ao Brasil um espaço junto à Organização dos Estados Americanos (OEA) para gerenciar programas de segurança e dar respostas às ações de terrorismo cibernético.

Mandarino Júnior diz que nos últimos quatro anos a Abin treinou e instalou centros de resposta aos ataques em 25 países da América Latina, alguns deles vizinhos. O Brasil não é alvo de ações terroristas, mas na era da globalização virtual e, portanto, sem fronteiras não está totalmente imune.

– Alguns de nossos servidores já abrigaram sites de captação e troca de informações sobre terrorismo – diz o diretor da Abin.

20:00 – 15/08/2009 – JB Online

Anúncios

Posted in Atualidades, News & Clipping | 1 Comment »

10k+ views / Revista Artigo 5o

Posted by papacharliefox3 em 06/07/2009

art5Salve, cabocos!

Para aproveitar este post (haja interessados em se tornar PCF), envio abaixo o link para a revista Artigo 5°, trata-se de uma publicação bimestral elaborada pela Associação Nacional de Delegados da PF. Não sabia que havia versão eletrônica (recebia em casa), agora parece que foi liberado!

As matérias são interessantes e bem escritas, altamente recomendado! Parte do conteúdo, sem dúvida nenhuma, serve como base de estudo para a matéria de Atualidades, esta bastante cobrada nos concursos da PF. A última edição pode ser acessada por meio do link abaixo:

http://issuu.com/revistaartigo5/docs/site_ed01?mode=embed&layout=http://skin.issuu.com/v/darkicons/layout.xml&showFlipBtn=true

Posted in Atualidades, News & Clipping | Leave a Comment »

Partido Pirata da Suécia conquista cadeira no Parlamento Europeu

Posted by papacharliefox3 em 09/06/2009

Estolcomo – Pirate Party obteve 7,1% dos votos em eleição na Suécia e tentará discutir e reformar leis de direitos autorais da União Europeia.

O The Pirate Party, um partido que defende os direitos civis online, ganhou ao menos uma cadeira no Parlamento Europeu, após obter 7,1% dos votos em eleição na Suécia.

O voto dos mais jovens foi a chave para o sucesso: o partido conquistou o apoio de 24% dos eleitores com menos de 21 anos, de acordo com as pesquisas conduzidas pelo canal de TV Swedish Television.

O resultado envia um sinal claro aos líderes políticos e estrategistas de partidos e inicia uma corrida para entender realmente essas questões dentro da Europa, de acordo com o  líder do partido, Rick Falkvinge. A geração mais velha foi descomposta pelo modo de vida da geração mais jovem, disse Falkvinge em uma entrevista a um jornal sueco.

O Pirate Party (ou Partido Pirata) quer, fundamentalmente, reformar a política de direitos autorais, se libertar do sistema de patentes e assegurar que os direitos de privacidade dos cidadãos sejam respeitados, afirma o site do partido.

“Não achamos apenas que estes são objetivos que valem a pena, também acreditamos que eles são alcançáveis em bases europeias. Os sentimentos que guiaram a formação do Partido Pirata na Suécia estão presentes por toda a Europa”, continua o site.

Algumas das questões do partido no parlamento serão as leis de telecomunicações da União Europeia e o Anti-Counterfeiting Trade Agreement (Acordo Anti-Falsificação do Comércio, ou ACTA), um novo esforço pela propriedade intelectual que está sendo negociado entre União Europeia, Japão, Estados Unidos e outros países.

O Partido Pirata pode acabar conquistando uma segunda cadeira no Parlamento Europeu se um projeto de reforma das instituições da União Europeia for adiante. O Tratado de Lisboa, já ratificado por 23 dos 27 membros da EU, aumentará o número de cadeiras às quais a Suécia tem direito de 18 para 20 – e o Pirate Party ganharia uma delas.

O partido agora espera aproveitar esta vitória e também entrar no Parlamento Sueco, para o qual haverá eleições no próximo ano.

Mikael Ricknäs, editor do IDG News Service, da Suécia

Posted in Atualidades, News & Clipping | Leave a Comment »

Enquanto isso, em BSB…

Posted by papacharliefox3 em 07/05/2009

“A gente não é um movimento a favor do ministro Joaquim Barbosa, mas a fala do ministro tem ressonância na sociedade…”

Ô GILMAR DANTAS, ASSIM JÁ É DEMAIS! SAIA NAS RUAS E NÃO VOLTE NUNCA MAIS!

O Povo iluminando o Judiciário




Hoje, pela primeira vez na gestão do Gilmar Dantas, o STF estava iluminado!!!! A imprensa foi embora cedo, mas foram mais de 3.000 pessoas, com certeza! Quem estava lá, viu!! O povo todo, estudantes, advogados, juízes, servidores públicos, movimentos sociais, partidos políticos, jornalistas, professores, todo mundo pedia que Gilmar saia às ruas e não volte nunca mais!!!!!!

Mais informações neste vídeo: http://www.qik.com/video/1621294

Posted in Atualidades, News & Clipping | 2 Comments »

Fora Gilmar

Posted by papacharliefox3 em 29/04/2009

Clique na imagem e leia mais sobre como participar!

Haverá uma Passeata Nacional no dia 01/05, que é feriado, e por isso, mais pessoas poderão aderir ao protesto. Apenas em Brasilia continuará no dia 06/05 pois lá será um protesto maior e a maioria das pessoas que vão participar da de lá não estão sendo avisadas pela net, então, fica assim:

Belo Horizonte – 01/05 às 15:00 – Praça Afonso Arinos [em frente a faculdade de direito da ufmg]
São Paulo – 01/05 às 15:00 – Praça da Sé (próximo à OAB de São Paulo e o Palácio da Justiça)
Rio de Janeiro – 01/05 às 15:00 – Av. Rio Branco
Brasilia – 06/05 – às 15:00 – Em frente as STF

Alguém tá afim de tomar um chopp no centro de São Paulo na sexta-feira? Podemos conversar sobre o próximo concurso (2011? 2012?) e apoiar a idéia. Abraços!

Posted in Atualidades, News & Clipping | Leave a Comment »

Protógenes na CPI

Posted by papacharliefox3 em 08/04/2009

GABRIELA GUERREIRO
da Folha Online, em Brasília

O delegado Protógenes Queiroz disse à CPI das Escutas Clandestinas da Câmara que não investigou a ministra Dilma Rousseff (Casa Civil) durante a Operação Satiagraha –que apura supostos crimes financeiros atribuídos ao banqueiro Daniel Dantas.

Entenda a Operação Satiagraha
Veja cobertura especial da Operação Satiagraha
Leia a cobertura especial da crise dos grampos

No começo do depoimento, Protógenes se manteve em silêncio ao ser questionado sobre a espionagem de Dilma. Mas foi enfático ao negar que as investigações não chegaram à Casa Civil nem ao filho do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, Fabio Luís Lula da Silva, o Lulinha.

Depois ele negou que Dilma tenha sido investigada. “Eu afirmo que não. [a ministra] não foi objeto de investigação. E nem o filho do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, como o banqueiro [Daniel Dantas] quis reverberar, querendo induzir em erro aos membros dessa comissão dizendo que ele [Dantas] ouviu, na época em que eu o prendi por duas vezes, que eu verbalizei que estava investigando [o filho do presidente]”, afirmou.

Protógenes disse que não existe “um mínimo fragmento” na Operação Satiagraha sobre o filho de Lula.

O depoimento de Protógenes foi convocado após reportagem da revista “Veja” informar que Protógenes teria investigado diversas autoridades –como Dilma, Lulinha e o ex-ministro José Dirceu.

De acordo a revista, para investigar o filho de Lula, Protógenes teria dito a integrantes de sua equipe havia recebido uma missão presidencial. A revista diz que um dos espiões teria ouvido de Protógenes que o presidente Lula tinha interesse na investigação porque seu filho teria sido cooptado por uma organização criminosa –referência a Daniel Dantas.

A empresa de Lulinha fechou em 2004 um acordo com a Brasil Telecom, que na época era controlada por Dantas.

Posted in Atualidades, News & Clipping | Leave a Comment »

CyberWar Russia vs Estônia: a confirmação

Posted by papacharliefox3 em 09/03/2009

O conceito de CyberWar existe há muitos anos, e é crescente a preocupação dos governos com a fragilidade de infra-estruturas críticas, mas ainda não havia uma confirmação de envolvimento de governos nos ataques que objetivam desabilitar as capacidades de comunicação de outros países.

Isto mudou. Há dois dias um deputado russo (Sergei Markov) admitiu sua responsabilidade e de um de seus subordinados pelos ataques direcionados à Estônia em Abril de 2007 – estes ataques tiraram do ar e desfiguraram sites de organizações deste país, incluindo o parlamento, bancos, ministérios, jornais e redes de TV.

Até recentemente, muitos analistas acreditaram que os ataques fossem uma reação do povo russo, que tiveram ajuda de hackers que forneceram kits de ataque como ferramentas de negação de serviço (DDOS).

Mais informações sobre a “confissão” da Rússia sobre o envolvimento nos ataques à Estônia:

http://www.rferl.org/Content/Behind_The_Estonia_Cyberattacks/1505613.html

http://isc.sans.org/diary.html?storyid=5974

http://blogs.zdnet.com/security/?p=2828

Fonte: SSegurança

Posted in Atualidades, News & Clipping | Leave a Comment »